Orientações ao Paciente

1Escolha do cirurgião

A realização de uma cirurgia plástica envolve muitas escolhas. Uma das mais importantes é escolher o cirurgião de sua confiança.

A escolha por um cirurgião membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) garante que seu médico:

  • teve formação e treinamento especifico não apenas para realizar procedimentos e cirurgias, mas também para prevenir, diagnosticar e tratar possíveis complicações
  • está capacitado a realizar procedimentos em cirurgia plástica, reparadora ou estética
  • está submetido a um Código de Ética
  • opera em instalações adequadas e devidamente licenciadas
2A consulta

É natural sentir ansiedade e certo receio...por isso, sinta-se a vontade para tirar todas as dúvidas com seu médico. Informe-se sobre o preparo necessário (perda de peso, interrupção de medicações, exames), tipos de anestesia, tempo de internação, possíveis complicações, cuidados de pós-operatório (repouso e afastamento de atividades físicas, uso de malhas compressivas, drenagem linfática, consultas subsequentes) e principalmente, cicatrizes e expectativas quanto ao resultado.

3Uso de malhas compressivas

O uso de malhas compressivas auxilia na redução do edema, além de “moldar” a pele junto ao novo contorno corporal e manter a postura. Seu uso é recomendado pelo maior tempo possível no pós-operatório (retirando-a apenas para o banho) e geralmente por 30 dias. Escolha uma malha de boa qualidade, maleável, mas justa, que permita transpiração e não permita formação de dobras. No caso das malhas para mama, elas devem dar sustentação, conforto e segurança.

4Drenagem linfática

A drenagem linfática é parte fundamental no pós-operatório (opcional em cirurgias de mama). Consiste em uma massagem manual que auxilia a absorção e drenagem do excesso de líquido presente nos tecidos. Deve ser iniciada aproximadamente no 5o dia de pós-operatório ou após a retirada de drenos. Recomenda-se de duas a três sessões por semana, em um total de pelo menos 10 sessões. Contribui para a redução do inchaço, melhora da dor e das equimoses (áreas arroxeadas), evita fibrose e permite melhora da circulação com maior oxigenação dos tecidos e melhor cicatrização.

5Valores e formas de pagamentos

O Conselho Federal de Medicina (CFM) e o Regimento Interno da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) proíbem a divulgação de preços de cirurgias e procedimentos, média de valores ou planos de financiamento em sites e meios de publicidade. Tais valores podem ser definidos apenas após consulta e avaliação médica, uma vez que cada paciente é única e demanda cirurgias personalizadas.

(Artigo 3º da Resolução o CFM n o 1.836/2008 “Cabe ao médico, após os procedimentos de diagnóstico e indicação terapêutica, estabelecer o valor e o modo de cobrança de seus honorários, observando o contido no Código de Ética Médica, referente á remuneração profissional”.)

6Divulgação de imagens de pré e pós-operatório

Por determinação expressa em Resolução do Conselho Federal de Medicina (CFM) e ainda pelo Regimento Interno da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), fica proibida a divulgação de casos com fotografias de pacientes em pré e pós-operatório, independente de se poder identificar a pessoa ou não, mesmo que haja autorização expressa da mesma. Por isso e por entender que a melhor compreensão quanto aos resultados é obtida individualmente em consulta não será possível encontrar em nosso site fotografias de pacientes.

Clique aqui e agende sua consulta